Como a AIDS surgiu
A AIDS surgiu a partir de um vírus chamado SIV, encontrado no sistema imunológico dos chimpanzés e do macaco verde - africano. Tal vírus é altamente mutante e, apesar de não deixar os animais doentes, deu origem ao HIV, o vírus da AIDS. O SIV presente no macaco-verde criou o HIV2, uma forma menos agressiva de vírus e que demora mais tempo para provocar a AIDS.Já os chimpanzés deram origem ao HIV1, que é a forma mais mortal do vírus.

Segundo o infectologista do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo, Jacyr Pasternak,  tanto o HIV1 como o HIV2 teriam sido transmitidos ao ser humano em tribos da África central que caçavam ou domesticavam chimpanzés e macacos-verdes. 

Não há um consenso entre os pesquisadores acerca da data da primeira transmissão do HIV ao ser humano. Acredita-se que esta tenha ocorrido por volta de 1930, mas alguns cientistas afirmam que o primeiro contato do homem com o vírus pode ter sido um século antes. Nas décadas seguintes, a doença teria permanecido restrita a pequenos grupos e tribos da África central e na região ao sul do Deserto do Saara.

Em 1959, foi comprovado o primeiro caso de morte por AIDS, um homem que morava em Kinshasa, no antigo Congo Belga. Porém, isto só foi descoberto décadas depois, a partir de um teste feito no sangue dele, que estava guardado congelado.

Nas décadas de 60 e 70, com as guerras de independência, com a entrada dos mercenários no continente e dos haitianos no antigo Congo Belga, para trabalhar, a AIDS começou a se espalhar pelo mundo e atingir outros países.

De 1960 a 1980, foram identificados inúmeros casos de doenças que ninguém sabia explicar: os pacientes geralmente apresentavam Sarcoma de Kaposi (um tipo de câncer) e pneumonia, conforme nos explica a epidemiologista Cássia Buchalla, da Universidade de São Paulo.

Somente em 1981 a AIDS foi identificada e reconhecida como doença. Surgiram os relatos de sintomas em homossexuais dos Estados Unidos e ocorreu a morte chamado "paciente zero" no mesmo país, um comissário de bordo que disseminou a doença em suas viagens.

Em 1983, pesquisadores isolaram o vírus pela primeira vez. Dois anos depois, surgiu o teste que identifica a presença de anticorpos no sangue.

O nome HIV, entretanto, só se estabeleceu em 1986. Em 1987 foi criada a primeira droga para ajudar no tratamento da doença: o AZT.

Atualmente, calcula-se que existam mais de 40 milhões de pessoas infectadas no mundo.

Fonte(s):


•   Revista Mundo Estranho. Fevereiro/2004; p.58.