Alunos vulneráveis a adquirir AIDS
Mesmo entre as camadas de maior acesso ao conhecimento, a AIDS ainda é motivo de muita desinformação, conforme pesquisa com 650 estudantes da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

A maioria dos jovens não tem cuidados preventivos, sob a alegação de que não são gays nem usuários de drogas, seguindo o conceito de grupo de risco que não mais se aplica à doença.

Cerca de 24% acham que manter relações sexuais com parceiro fixo é suficiente, e apenas 29% dos homens e 40% das mulheres recorrem à "camisinha".

Fonte(s):


•   Revista VEJA - Caderno Saúde. São Paulo: Editora Abril, 22/11/00. pág. 154