O que os homens precisam saber sobre a hiperplasia prostática benigna (HPB)
A Hiperplasia Prostática Benigna (HPB) é uma doença que atinge grande parte dos homens, porém, ainda é pouco conhecida pelos mesmos e até confundida com o Câncer de próstata.

A partir dos 40 anos, o homem pode apresentar um crescimento benigno da próstata que, com o passar do tempo, acaba trazendo prejuízos ou conseqüências negativas à sua qualidade de vida.

A idade é o principal fator de risco para esta doença. Estudos estimam que 90% dos homens com mais de 80 anos sofram com as conseqüências dessa condição.

É importante saber que os primeiros sintomas da HPB ocorrem no momento de urinar. O jato fica mais fraco e fino, a micção pode ficar interrompida e a freqüência de idas ao banheiro aumenta significativamente. Além disso, é comum a queixa de ter que fazer força para urinar. Se não tratada adequadamente, A HPB pode trazer maiores complicações à saúde do homem, como por exemplo, cálculos renais, sangramento da próstata e dilatação dos rins, devidos à dificuldade para urinar (esvaziar a bexiga). Portanto, diagnosticar a HPB o quanto antes é fundamental. Diante de quaisquer destes sinais ou sintomas, o médico Urologista deverá ser consultado.

Para investigação e detecção da doença, dois exames são fundamentais: o toque da próstata (conhecido como toque retal - feito pelo intestino) e a dosagem de PSA (antígeno prostático específico) no sangue.

O tratamento varia e depende da situação da próstata, dos danos causados ao aparelho urinário e da gravidade dos sintomas. Normalmente, são utilizados medicamentos e indicadas cirurgias que auxiliam na rápida e adequada recuperação.

Há consenso entre os profissionais da área, quando afirmam que a principal medida para conduzir o tratamento e a manutenção de uma boa qualidade de vida é acompanhar o crescimento da próstata.

Fonte(s):


•   Revista Saúde Brasil Comunidade. Caderno Convivendo com. HPB - Entenda esta doença. Fevereiro/março 2003 - ano 2 / nº 04. pág. 12-13.