Ronco e casamento
Se o marido ronca, a mulher dorme mal e passa a noite reclamando. Com isso, ambos acordam mal-humorados e o casamento sofre as conseqüências. Casais que enfrentam a apnéia do sono (falta de ar por fechamento das vias respiratórias) se divorciam mais do que aqueles que dormem bem, segundo Rosalind Cartwright, coordenadora do Centro dos Distúrbios do Sono da Universidade Rush, Estados Unidos. Estudando dez casais, ela e sua equipe demonstraram que a mulher pode perder horas de sono por causa do ronco do marido, dando origem a um clima hostil, caso ambos durmam menos do que necessitariam. Abatidos, marido e mulher manifestavam-se insatisfeitos com o casamento, principalmente se não conseguiam dialogar sobre os ruídos noturnos. Quando os homens com apnéia passaram a dormir melhor, o sono das esposas melhorou e o casamento também.



Fonte(s):

Casamentos em Perigo. Pesquisa Fapesp. n° 121, Março 2006, p. 33.